INTRODUÇÃO

Umas das frutas tropicais mais apreciadas, e certamente uma das mais estimadas frutas da família Guttiferae, o mangostão tem no latim a designação Garcinia mangostana L.

Embora a palavra manga possa fazer pensar tratar-se de uma espécime semelhante, não há qualquer relação botânica. Ambos não são relacionados nem em género nem em família.

O mangostão é bastante conhecido nos países de origem mas só recentemente tem sido exportado para outros países. Entretanto, as quantidades exportadas são tão pequenas, que os dados estatísticos são adicionados com outras frutas de menor importância comercial. Os mercados da Europa são abastecidos por países Asiáticos e os dos Estados Unidos por países da América Central.

O mangostão é utilizado principalmente como fruto fresco. A semente é comestível depois de fervida em água. O córtex do fruto contém tanino que é utilizado como tintura comercial.

O pó do córtex seco é também usado como adstringente em casos de disenteria e diarreia crónica. Uma infusão feita das folhas tem sido utilizada no tratamento de ferimentos.

A madeira do tronco é de cor castanha escura e tem sido usada na construção de mobílias. A sua forma simétrica e a cor brilhante das folhas, com um sistema radicular com poucas raízes laterais colocam-na como uma excelente opção para o paisagismo.

O mangostão é difícil de encontrar em Portugal. Diversas razões contribuem para tal. O fruto é perecível num curto espaço de tempo, especialmente se não conservado em condições adequadas e muito bem controladas. Ao longo do texto detalha-se o porquê.

Ao encontrar mangostão há que ter algum cuidado, pois não raras vezes o fruto já perdeu as qualidades e encontra-se em estado de não consumo. Para avaliar a sua maturidade, deve-se notar que a casca não está dura. Se o fruto for pressionado entre as 2 mãos, deve abrir ligeiramente com uma força moderada. Frutos que ultrapassaram a validade apresentam-se duros e com a casca rija.

Pretende-se com este site elucidar todos aqueles que cada vez mais se interessam por uma alimentação completa e promotora do bem-estar.

Pelas suas qualidades o mangostão presta-se a um lugar muito nobre entre os melhores frutos mundiais. A todos os que não conhecem este fruto na sua origem, e que está cada vez mais disponível no nosso mercado, aqui podem encontrar muita informação sobre o porquê das suas extraordinárias qualidades.

 

Eu esperei tanto por este momento”, disse ele em Julho ao saborear o doce sabor de uma das mais deliciosas frutas, e certamente uma das mais ambicionadas: o mangostão.

New York Times, 6 de Augusto 2006. “Proibido? Não o mangostão” Por David Karp


  


 

Mapa do site:
Home | Introdução | Descrição | Origem e Distribuição | Variedades | Clima | Solo | Propagação | Cultivo | Floração e Crescimento | Conservação | Pestes e Doenças | Xantonas do Mangostão | Receitas Culinárias | Xango - Sumo de Mangostão | Contactar | Quem somos | Politica de privacidade

Copyright © 2008 Paulo Rebelo